Idola Theatri

Não poderia encontrar momento mais pertinente para justificar o nome deste Blog, que o dia 12 de Março de 2011:

O dia em que uma manifestação demagógica nascida de uma costela revolucionária perdida, conheceu a luz do dia sem que os seus intervenientes fossem capazes de fugir às artimanhas geradas pelas lutas de poder, para que, enfim, pudessem olhar à sua volta e ver que a sua realidade não é tão negra quanto a pintam.

O dia em que, mais uma vez, uma oposição unida, mas muito pouco criativa a apresentar alternativas, se mobiliza contra um governo atarantado por pressões externas, quais comentadores políticos a observar uma desgraça alheia. (Recordemos que estes mesmos partidos, agora tão preocupados com o povo, e as possíveis consequências do PEC 4, mostraram-se a favor da nova lei de financiamento dos mesmos e contra a diminuição do número de deputados na Assembleia – “dêem-nos mais, mas não nos tirem nada”).

O dia em que as forças sindicais voltaram a demonstrar a sua veia de oratória, naquilo que parece ser um gosto recém-adquirido pelo tempo de antena, revelando o quão politizadas estão estas instituições.

Enfim, os Ídolos do Teatro estão aí para nos desencaminhar com as suas teorias pessoais de razões ocultas, e a populaça segue-as sem as tentar desmembrar – talvez por custar imenso pensar, ou porque esta geração que se diz tão qualificada, careça de qualificação para tal.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s